negociosemfoco.com

negociosemfoco.com | Dropshipping: tudo o que você precisa saber sobre esse modelo de negócio

Dropshipping: tudo o que você precisa saber sobre esse modelo de negócio

Dropshipping: tudo o que você precisa saber sobre esse modelo de negócio

Image by fathershops from Pixabay

O dropshipping desempenha um papel significativo no cenário do comércio eletrônico como um modelo prático e efetivo de negócios.

Na atualidade, a tecnologia avança em escala exponencial, transformando as relações sociais e empresariais em vários níveis. Nesse sentido, em um cenário econômico cada vez mais digitalizado, no vasto universo do comércio eletrônico, existe uma prática que tem ganhado destaque por grande parte dos empreendedores: o dropshipping. 

Na arte de empreender, especialmente para os iniciantes, procurar por oportunidades inovadoras e eficientes para iniciar seus próprios negócios é comum. O objetivo, claro, é competir igualmente no mercado que está tornando-se mais dinâmico e complexo com o passar do tempo. Nesse contexto, esse modelo aparece como uma excelente alternativa. 

O que é dropshipping e como funciona? 

Inicialmente, é importante destacar que o dropshipping é um modelo de negócios diferente do que o mercado estava acostumado há uma década, por exemplo. Nele, o vendedor não mantém os produtos em estoque. Em vez disso, quando realiza uma venda para um cliente, compra o item de um terceiro e o envia diretamente ao comprador. 

Esse terceiro, muitas vezes chamado de fornecedor ou atacadista, por sua vez, é o responsável pelo armazenamento, bem como pelo envio dos produtos. Por essa razão, essa abordagem tem ganhado popularidade devido a sua praticidade e redução de riscos  financeiros para os vendedores, dada sua maneira de operar com o produto. 

No processo de dropshipping, o cliente faz um pedido no site do vendedor, que, por sua vez, repassa a ordem ao fornecedor. O fornecedor, então, faz o envio do produto diretamente ao cliente, sem precisar do auxílio do vendedor. Nessa perspectiva, percebe-se que esse modelo apresenta algumas vantagens, como a ausência da necessidade de  fazer um grande investimento inicial em estoque, por exemplo.

Esse modelo, além disso, viabiliza o acesso a uma ampla variedade de produtos sem a obrigação de mantê-los armazenados em um espaço físico especificamente destinado a tal função, eliminando gastos com aluguel ou compra de um estoque. 

Quais são as vantagens desse modelo de negócios?

Pensando em termos quantitativos, é importante destacar que, segundo as informações divulgadas no Portal E-commerce Brasil, aproximadamente 33% das lojas online globalmente adotam esse modelo de negócios. Além disso, as projeções para o futuro são bastante otimistas. 

Conforme dados divulgados pelo referido site, espera-se que o dropshipping alcance uma avaliação de mercado estimada em US$ 591,77 bilhões até 2027, com uma perspectiva de crescimento a uma taxa média de 28,8% até 2025. Esses números se entrelaçam com a realidade brasileira, em que 86% dos consumidores priorizam compras online. 

Diante desses indicativos, fica evidente que o potencial de expansão desse modelo de negócio no Brasil é significativo. Em síntese, essa movimentação ocorre devido às muitas vantagens que esse modelo comporta, sendo elas:

  • Baixo investimento inicial: ao optar por esse modelo, empreendedores podem começar seus negócios com um investimento inicial consideravelmente mais baixo, em comparação com modelos tradicionais;
  • Variedade de produtos: a ampla gama de produtos disponíveis para dropshipping possibilita aos empreendedores explorar diferentes nichos de mercado, adaptando-se às demandas do consumidor;
  • Flexibilidade geográfica: a natureza online do dropshipping permite que os empresários operem seus negócios de praticamente qualquer lugar do mundo, ampliando as oportunidades e alcançando uma audiência global;
  • Redução de riscos: sem a necessidade de manter grandes volumes de estoque, os riscos associados a produtos encalhados ou obsoletos são significativamente reduzidos.

Quais são os possíveis desafios a serem enfrentados nesse modelo de negócio? 

De fato, embora o dropshipping apresente uma ampla gama de vantagens, esse modelo de negócios também enfrenta alguns desafios significativos que os empreendedores precisam considerar ao adotá-lo. Por exemplo, um dos grandes desafios dele é a dependência de fornecedores terceirizados. 

A qualidade do serviço, a disponibilidade de produtos e os prazos de entrega estão fora do controle direto do vendedor, o que pode impactar a satisfação do cliente, direta ou indiretamente, influenciando no modo como os clientes passam a enxergar a marca.

Outro ponto que precisa ser destacado é o fato de que o vendedor não precisa investir em estoque e lidar com custos associados, como armazenamento e gerenciamento de inventário. Em razão disso, as margens de lucro podem ser menores, em comparação com modelos tradicionais de comércio. 

Por conseguinte, dada a popularidade desse modelo de negócios, é provável que o empreendedor enfrente uma intensa concorrência no mercado. Com muitos vendedores oferecendo os mesmos produtos de fornecedores similares, diferenciar-se pode ser desafiador. 

A falta de controle direto sobre o estoque pode resultar, também, em problemas de disponibilidade de produtos. Se o fornecedor não tiver um item em estoque, o vendedor pode enfrentar atrasos nas entregas ou até mesmo cancelamentos de pedidos. Esses são alguns dos desafios que o empreendedor pode enfrentar ao investir nesse modelo. 

A importância da construção de uma marca sólida 

É importante destacar que, no universo do dropshipping, a construção de uma marca sólida é fundamental para o sucesso do negócio quando se pensa em longo prazo. Em razão disso, para ser bem-sucedido, investir em um excelente atendimento ao cliente é o primeiro passo para consolidar uma marca no mercado. 

Hoje, no mundo marcado pela tecnologia, a experiência do usuário é um ponto fundamental no mundo dos negócios. Esse movimento pode ser facilmente seguido ao fornecer respostas rápidas e soluções eficazes em relação a possíveis problemas que possam surgir.

Além disso, uma comunicação transparente também mostra-se um elemento essencial para fidelizar clientes e conquistar recomendações positivas no mercado, destacando-se entre as demais concorrentes. 

Em um mundo cada vez mais conectado, por exemplo, a busca por smartphones tornou-se crescente, especialmente por aqueles modelos mais acessíveis, como o Galaxy A03. Nesse sentido, graças ao dropshipping, empreendedores podem inseri-los em seus catálogos sem os ônus tradicionalmente associados.

Essa é a promessa do comércio eletrônico inteligente, permitindo o foco na construção de sua marca e na satisfação do cliente, enquanto o fornecedor cuida da entrega direta. No fim, esse modelo de negócio surge como uma alternativa viável, inovadora e promissora.

Mostra-se, portanto, perfeita para empreendedores que buscam ingressar no universo do comércio eletrônico, independentemente do produto ou serviço ofertado, e que procuram crescer no mundo dos negócios sem um investimento inicial robusto.

Por: Conversion

Categorias

Artigo popular

  • All Post
  • 10 MELHORES ARTIGOS
  • Economia
  • Franquias
  • Gestão
  • Marketing
  • Negócios
  • Notícias
  • Others
  • Seguros
  • Startups
  • Tecnologia
  • Turismo
    •   Back
    • Empreendedorismo
    • Abrir uma empresa
    • Plano de negócios
    • Contabilidade/Finanças
    •   Back
    • Alguns releases que receber
    • notícias empresariais
    •   Back
    • Financiamentos
    • Empréstimos
    • Cripto
    •   Back
    • Ideias de Negócios
    • Negócios online/Ganhar dinheiro na internet
    • Franquias
    • MEI
    • Pequenas Empresas
    • Dicas