negociosemfoco.com

negociosemfoco.com | Estratégias de logística para e-commerce: como melhorar a eficiência e a satisfação do cliente

Estratégias de logística para e-commerce: como melhorar a eficiência e a satisfação do cliente

Estratégias de logística para e-commerce: como melhorar a eficiência e a satisfação do cliente

Estratégias de logística para e-commerce | Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

A logística é essencial para o êxito do e-commerce, desempenhando um papel elementar no sucesso do negócio

O mundo contemporâneo rompeu com as fronteiras entre os países, especialmente no que se refere à comercialização de serviços e produtos. Essa movimentação se deu em razão da globalização. Nesse sentido, com essa abertura, a logística para e-commerce passou a desempenhar papel elementar nessas transações no século XXI. 

O advento da tecnologia e seu avanço em escala exponencial possibilitou a ruptura dessas fronteiras para além dos limites físicos. A internet, hoje em dia, permite que qualquer pessoa faça compras online em qualquer país do mundo, obviamente respeitando as transações cambiais. 

De acordo com os dados divulgados pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), no ano de 2022, surgiram 36 mil lojas virtuais. Além disso, nesse mesmo ano, os pedidos feitos em lojas online alcançaram o valor de, aproximadamente, 368 milhões em quantidade. As estimativas apontam um crescimento de 9,5% no que tange o faturamento desse comércio em 2023. 

Em síntese, a logística desempenha um papel elementar no sucesso de um negócio de e-commerce. Esse processo é essencial para a gestão eficiente em relação ao fluxo de produtos, desde o momento da compra até a entrega final para o cliente. Em razão disso, é fundamental investir e aprimorar esse processo para que o negócio efetivamente prospere. 

Logística para e-commerce: quais atividades integram esse processo? 

Inicialmente, é importante destacar que a logística trabalhada nos comércios realizados online chama-se e-logística. Nesse sentido, a e-logística é responsável por gerenciar os processos de controle, planejamento e armazenagem dos produtos comercializados por uma determinada empresa. 

Ou seja, trata-se de um conjunto de atividades que envolvem as seguintes etapas, especificamente:

  • Armazenamento;
  • Conferência e recebimento de insumos ou produtos;
  • Atuação das transportadoras responsáveis pelas entregas;
  • Gerenciamento das entregas realizadas;
  • Preparação dos pedidos e movimentação dos pedidos;
  • Rastreamento dos pedidos enviados.

Por qual razão investir em logística? 

O e-commerce é um setor do mercado, tanto em escala mundial quanto nacional, que vem crescendo significativamente nos últimos anos. Nesse sentido, o investimento em logística representa, também, uma forma de assegurar o crescimento do seu negócio. Além disso, um dos objetivos principais dos gestores, atualmente, é a fidelização dos clientes. 

Fazer com que o cliente retorne à loja e faça compras novamente é uma movimentação intimamente ligada à logística. De fato, para o consumidor, o prazo de entrega do seu produto, bem como o valor do frete, são questões pertinentes no momento de realizar um pedido online. 

Por essa razão, investir em logística torna-se uma excelente maneira de captar ainda mais clientes para o seu negócio. Nessa perspectiva, uma logística para o e-commerce bem pensada, de modo que o cliente pague menos frete, é uma estratégia promissora nesse processo de captação. 

É importante destacar que as estratégias com logística devem estar alinhadas a práticas de bom preço e oferta diversificada de produtos. Isso porque essas variáveis são decisivas para o cliente ao realizar uma compra ou desistir dela. Por isso, deve-se montar uma estratégia para o todo, não se limitando a apenas um dos elementos.

O valor do frete importa para o consumidor?

Atualmente, pode-se dizer que o valor do frete é um elemento-chave na hora de planejar a logística para o e-commerce. Na realidade, em relação ao modelo tradicional de compra, o presencial, o valor do frete representa a principal desvantagem. Por isso o valor do frete é uma variável que deve ser considerada. 

Como o e-commerce encontra-se em expansão, os consumidores criaram o hábito de comparar os valores entre as lojas, procurando o mais acessível. Desse modo, o frete “elevado” torna-se uma das principais causas de desistência no momento de realizar a compra. 

As empresas que investem no barateamento dos fretes acabam ganhando destaque nesse cenário. Em vista disso, adotar políticas de frete grátis acima de um determinado valor, por exemplo, ou diminuir o valor do frete em períodos específicos pode ser uma excelente alternativa para lidar com essa variável e competir em pé de igualdade no mercado. 

Estratégias de logística para e-commerce: como melhorar a eficiência e a satisfação do cliente
Imagem de bertholdbrodersen por Pixabay

Como planejar uma logística para e-commerce que seja efetiva? 

Pensar na logística para e-commerce é fundamental. O planejamento é, de fato, o primeiro passo para tornar os processos eficientes. No entanto, é importante destacar que, para planejar, inicialmente, é elementar compreender todos os processos que envolvem essa questão, desde a aquisição dos produtos até o envio aos consumidores. 

Todavia, embora se trate de um sistema complexo, é possível resumi-lo em três níveis mais genéricos. O primeiro nível diz respeito à estratégia, ou seja, referente a definição dos objetivos a serem alcançados em longo prazo. É essencial definir esses objetivos respeitando a realidade orçamentária da empresa. 

O segundo nível é o tático. Ou seja, refere-se à definição das ações necessárias para realizar as metas estabelecidas no plano estratégico. O nível tático deve ser fragmentado em setores, de modo a orientar o nível operacional da empresa. Esse nível depende da execução efetiva do primeiro. 

O terceiro nível é entendido como operacional. Nesse sentido, refere-se à implementação das ações que foram definidas no nível tático. No entanto, as ações do nível operacional devem ser monitoradas com a finalidade de gerar dados passíveis de análise pelo nível estratégico. No final das contas, é um processo cíclico e interligado. 

Ter uma frota própria para e-commerce é benéfico? 

A decisão de escolher ter uma frota própria para a logística no e-commerce pode variar conforme as necessidades, bem como as características de uma determinada empresa. Todavia, existem algumas vantagens em ter uma frota própria para esse processo.

A primeira vantagem em ter uma frota própria encontra-se relacionada ao controle dos produtos e à flexibilidade. Uma frota própria da empresa possibilita um controle mais efetivo em relação aos prazos estabelecidos para a entrega, além de influenciar, também, na qualidade do serviço prestado ao consumidor final. 

Uma frota própria viabiliza que a empresa planeje e adapte suas necessidades conforme as demandas estabelecidas. Além disso, outra vantagem de ter uma frota própria é a redução de custo em longo prazo. Em muitos casos, aderir a uma frota particular representa economia em casos nos quais a empresa realiza a entrega de uma quantidade excessiva de produtos.

Dessa forma, ter uma frota própria pode ser uma ótima maneira de solidificar ainda mais a identidade da empresa. Os veículos personalizados representam visibilidade, reforçando ainda mais a presença no mercado. Todavia, é importante consultar um analista de frota para saber geri-la da melhor forma para não acarretar prejuízos ou em má gestão.

Por fim, é válido ressaltar que todas as etapas do processo precisam reunir segurança, conforto e praticidade para garantir que a satisfação do cliente seja alcançada. Então, investir em empresas de confiança, seja na frota particular ou na frota comercial, que sejam transparentes quanto às etapas de logística e que ofereçam informações confiáveis e atualizadas contam muito na experiência positiva do comprador.

Por: Conversion

Categorias

Artigo popular

  • All Post
  • 10 MELHORES ARTIGOS
  • Economia
  • Franquias
  • Gestão
  • Marketing
  • Negócios
  • Notícias
  • Others
  • Seguros
  • Startups
  • Tecnologia
  • Turismo
    •   Back
    • Empreendedorismo
    • Abrir uma empresa
    • Plano de negócios
    • Contabilidade/Finanças
    •   Back
    • Alguns releases que receber
    • notícias empresariais
    •   Back
    • Financiamentos
    • Empréstimos
    • Cripto
    •   Back
    • Ideias de Negócios
    • Negócios online/Ganhar dinheiro na internet
    • Franquias
    • MEI
    • Pequenas Empresas
    • Dicas