negociosemfoco.com

negociosemfoco.com | 4 fatores de ranqueamento para impulsionar o seu e-commerce nos buscadores

4 fatores de ranqueamento para impulsionar o seu e-commerce nos buscadores

4 fatores de ranqueamento para impulsionar o seu e-commerce nos buscadores

Fatores de ranqueamento / Imagem de Paige Cody no Unsplash

Alguns detalhes são essenciais para que a sua plataforma fique no topo dos grandes buscadores. Se não sabe nem por onde começar, mostraremos alguns fatores de ranqueamento que ajudarão a deixar a sua página entre as primeiras sugestões.

Uma das coisas que mais deu certo, principalmente, no Brasil é o fato das pessoas terem a chance de realizar uma compra online, não é mesmo? Se olharmos para os resultados e as perspectivas para os próximos anos, teremos ainda mais animação em investir nos fatores de ranqueamento.

Porém, a internet é gigantesca e podemos encontrar milhares de lojas vendendo o mesmo produto que o seu. Por isso, é essencial que você trabalhe em alguns detalhes de ranqueamento para impulsionar as suas vendas nos buscadores. Mas, se você não sabe por onde começar, iremos te ajudar neste texto.

Conheça alguns fatores de ranqueamento para ajudar a melhorar as vendas

As ferramentas de busca são um dos caminhos mais utilizados entre os usuários para encontrar uma marca ou um determinado produto. Para você ter uma ideia, 93% dos brasileiros fazem uma pesquisa no Google, por exemplo, antes de comprar um determinado produto.  Esta informação faz parte da 2ª edição do estudo com o nome de “State of search Brazil” (“Estado da pesquisa Brasil”, na tradução literal), feito pela agência de SEO Hedgehog Digital em conjunto com a Opinion Box.

Por esta razão, além do SEO (Search Engine Optimization), é importante pensar em alguns fatores de ranqueamento para impulsionar o seu e-commerce nos buscadores são primordiais para a saúde do seu negócio.

Bora anotar o que é preciso fazer para ficar bem ranqueada e, consequentemente, aumentar o número de conversões de vendas? Anote aí os fatores de ranqueamento!

1. Faça uma avaliação do seu e-commerce

A primeira coisa que você precisa pensar se tiver em busca de se posicionar melhor nas ferramentas de busca é sobre a navegabilidade da sua plataforma. Isso mesmo! O Google, por exemplo, realiza uma avaliação de como a usabilidade do seu e-commerce.

Se a forma de organizar os produtos, por exemplo, não é eficaz, você poderá ter problemas em chegar ao topo. O Sitemap é um jeito de trazer uma organização para as informações.

Além disso, a estrutura das URLS também pode ajudar a sua loja online ficar nas primeiras páginas dos buscadores.

A reputação da loja também pode influenciar nos fatores de ranqueamento. Portanto, incentive os seus clientes a comentar sobre a experiência e os seus produtos em sites terceiros.

2. Como é a URL da sua plataforma de vendas?

A URL, que é o que as pessoas chamam de domínio, é mais um fator importante de ranqueamento para impulsionar o seu e-commerce nos buscadores. Neste caso, o que mais ajuda a sua plataforma a estar no topo é a idade que ele tem, ou seja, há quantos anos ele foi criado.

O domínio é o seu endereço na internet e, por isso, se você ainda não tem um. É essencial que já faça esta definição o mais rápido possível. Existem diversos sites em que você pode fazer a compra da URL. Geralmente, o pagamento acontece apenas uma vez por ano.

Ah! Dependendo do nome escolhido, pode ser difícil achar a extensão .com.br ou até mesmo apenas .com. Afinal de contas, temos mais de 1 bilhão de sites no mundo.

De acordo com informações do Google, os domínios que têm mais valor são aqueles que pagamos por anos. Já os considerados ilegítimos (domínios de entrada) dificilmente têm a renovação, após um ano de contrato. Por esta razão que a ferramenta faz uma avaliação da “idade” deste domínio.

Outro ponto, ainda sobre este assunto de fatores de ranqueamento, é que é muito importante a palavra-chave e, até mesmo, o próprio domínio, esteja ligado ao conteúdo que será publicado. Por exemplo, a loja não pode chamar “Bijuterias da Manu” e você vender comida.

3. O conteúdo é primordial para os buscadores

E por falar em conteúdo, temos que tomar muito cuidado com que iremos publicar na plataforma de e-commerce se queremos ficar bem no ranqueamento dos buscadores. Além disso, a sua loja online precisa transmitir confiança para as pessoas que irão comprar um produto.

Por esta razão, pense na organização e separe, por exemplo, os itens para cada segmento. Se possível, tenha uma descrição de cada produto com o máximo de explicação. Não esqueça de tomar bastante cuidado com as fotos. Afinal de contas, o usuário não está com o produto da mão e, por isso, ele precisa aparentar o mais real possível.

Tudo o que estiver na sua plataforma precisa ser original. Os buscadores têm uma tendência de não deixar bem ranking páginas que possuem conteúdo repetido de uma outra plataforma. Então, seja o mais original que você conseguir para ter bons fatores de ranqueamento. Tome cuidado com os erros de português e não utilize gírias.

Se, por acaso, tiver um blog dentro do seu e-commerce, aproveite para colocar links que tenham relevância. Isso pode ajudar no ranqueamento.

4. Interação com os usuários

Os usuários possuem um papel significativo se você busca melhorar o ranqueamento do seu e-commerce nos buscadores. Isso acontece porque as interações realizadas pelos clientes podem ajudar os buscadores a entender de que a sua plataforma é de qualidade.

Quando temos uma alta taxa de rejeição, por exemplo, os buscadores têm a tendência de não sugerir para os usuários que buscam sobre o assunto. O tempo e o tráfego direto para a sua plataforma são fatores que trazem muita relevância para fazer a classificação.

Não perca tempo e já comece a colocar estas dicas de fatores de ranqueamento em prática. Desta forma, o seu e-commerce chegará rapidamente no topo nas páginas dos buscadores.

Categorias

Artigo popular

  • All Post
  • 10 MELHORES ARTIGOS
  • Economia
  • Franquias
  • Gestão
  • Marketing
  • Negócios
  • Notícias
  • Others
  • Seguros
  • Startups
  • Tecnologia
  • Turismo
    •   Back
    • Empreendedorismo
    • Abrir uma empresa
    • Plano de negócios
    • Contabilidade/Finanças
    •   Back
    • Alguns releases que receber
    • notícias empresariais
    •   Back
    • Financiamentos
    • Empréstimos
    • Cripto
    •   Back
    • Ideias de Negócios
    • Negócios online/Ganhar dinheiro na internet
    • Franquias
    • MEI
    • Pequenas Empresas
    • Dicas