negociosemfoco.com

negociosemfoco.com | Consultoria online: dicas para montar uma empresa de consultoria empresarial

Consultoria online: dicas para montar uma empresa de consultoria empresarial

Consultoria online: dicas para montar uma empresa de consultoria empresarial

Consultoria online | Imagem de Jep Gambardella / Pexels

Quer montar o seu próprio negócio? Então, fique de olho nestas dicas para montar uma empresa de consultoria online empresarial.

Existe uma área em que você entende muito e gostaria de ajudar pessoas que não sabem muito do assunto? Separamos algumas dicas de como montar uma empresa de consultoria empresarial online, mercado que teve um grande crescimento nos últimos anos, de acordo com uma pesquisa feita pelo Laboratório de Consultoria, órgão conectado à ABCO (Associação Brasileira de Consultores).

Porém, para prestar este tipo de serviço não basta entender como tomar decisões importantes ou conseguir superar os obstáculos. Como em todos os segmentos de negócios online, para ser consultor empresarial de sucesso é necessário ter o conhecimento de etapas como, por exemplo, administrativa e de gestão de empreendedorismo.

Tudo isso para que você consiga dar continuidade na sua consultoria empresarial de uma forma mais tranquila. Não sabe por onde começar? Nós vamos te ajudar.

Conheça algumas dicas para montar uma empresa de consultoria online empresarial

Se você está abrindo uma empresa de consultoria financeira empresarial você precisa ser exemplo, não é mesmo? Então, não deixe de dar todos os passos que vamos citar neste texto. Afinal, como você pode falar de coisas que não faz, como dicas para gestão financeira, concorda?

Os seus clientes terão mais confiança se sabem que o consultor empresarial vive aquilo que ele ensina.

Portanto, esteja atento de como montar uma empresa de consultoria online:

1. Qual será o formato jurídico?

A primeira resposta que você precisa ter é sobre o formato jurídico da sua assessoria empresarial. Aqui é o momento de estabelecer se haverá ou não sociedade com outra pessoa, pois existem diferenças.

A Empresa com sócios pode ser:

  • Sociedade limitada (LTDA), que é quando cada sócio ter a participação de forma proporcional ao valor investido no capital social da consultoria empresarial;
  • Sociedade Anônima (S.A): aqui a divisão entre os sócios acontece de forma igual – cada um é acionista do negócio.

Já a empresa sem sócios tem outras especificações:

  • Empresário Individual (EI): o seu patrimônio de pessoa física e jurídica é atrelado ao negócio;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): você atua em nome da empresa, mas os seus patrimônios ficam separados.

2. Opte pelo regime tributário

Com a questão jurídica encaminhada, é o momento de pensar em outra parte burocrática quando estamos falando em montar uma empresa de consultoria empresarial: o regime tributário.

A decisão sobre este assunto é essencial para a saúde financeira de empresas de consultoria. Sabe por quê? É aqui que teremos a definição da quantidade de impostos que serão pagos e qual é a forma que eles serão recolhidos.

As opções que você encontrará são:

  • Lucro Presumido – com este tipo de regime tributário você não poderá ter um faturamento anual não pode ser mais que R$78 milhões;
  • Lucro Real – a empresa pode faturar mais de R$78 milhões;
  • Simples Nacional – é uma das melhores opções para quem está iniciando com a assessoria empresarial, porém, o faturamento não pode ultrapassar R$4,8 milhões.

Além disso, é importante definir o porte da empresa e o CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas). O ideal é ter a ajuda do contador para agilizar este processo.

3. Olhe a concorrência

Com todas as questões burocráticas caminhando vamos para os outros passos que deverão ser dados para montar uma empresa de consultoria online. Dê uma olhada nos seus principais concorrentes para entender como eles trabalham para que você consiga traçar estratégias diferenciadas.

Navegue em sites e redes sociais, por exemplo, de quem também trabalha com consultoria financeira empresarial.

4. Defina como serão os conteúdos

Depois que você deu uma olhada nos seus concorrentes, é a hora de começar a preparar os conteúdos da sua consultoria. Então, aproveite para colocar no papel ou gravar vídeos com os principais pontos.

Lembre-se de não fazer conteúdos muito longos, afinal de contas, como estamos falando de uma consultoria online precisamos ficar atentos de que as pessoas estão acostumadas a consumir conteúdos menores na internet.

5. Publique na plataforma certa

Com os conteúdos prontos é a vez de pensar onde você lançará a sua assessoria empresarial. Na internet existem diversas plataformas que oferecem este serviço e ainda tem a oportunidade de cobrar por cada conteúdo.

Outra opção é montar um site próprio onde serão postadas todas as dicas, por exemplo. Aqui você precisará investir em domínio (que é a URL que será digitada para os usuários acessarem a sua plataforma), porém, os valores não são muito altos e o pagamento é feito de forma anual. 

Ah! Não esqueça de montar estratégias de divulgação da consultoria empresarial. Utilize as redes sociais, links patrocinados, dentre outras opções que estão disponíveis na internet.

Saiba quais são as documentações necessárias para você abrir uma consultoria

Já entendeu quais são os passos necessários para abrir uma consultoria online? Se sim, chegou o momento de entender quais são os documentos necessários para tirar as ideias do papel e começar a praticar. São eles:

  • Ficha de Cadastro Nacional;
  • Cópia autenticada do seu RG e CPF (se tiver sócios, também será necessário);
  • Via do requerimento padrão;
  • Cópia autenticada do comprovante da sua residência;
  • Requerimento de empresário individual ou Contrato Social;
  • Cópia autenticada do IPTU local onde está o negócio.

Quando olhamos para os custos que serão investidos para a abertura da consultoria, podemos chegar à conclusão que, neste primeiro momento, você desembolsará, mais ou menos, R$ 250 pelo Certificado Digital. Depois, algo entre R$ 60 a R$ 414, depende de cada estado, para o Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais. E mais R$ 60 a R$ 200, será pago na Junta Comercial – valor que também tem variação em cada localidade. 

Somando estes valores, é importante avaliar o valor que será cobrado pelo contador, que será o responsável pela criação da empresa, emissão de nota fiscal, itens burocráticos, dentre outros. 

Gostou das nossas dicas? Então, agora, conte nos comentários, qual é a consultoria que você deseja criar? 

Categorias

Artigo popular

  • All Post
  • 10 MELHORES ARTIGOS
  • Economia
  • Franquias
  • Gestão
  • Marketing
  • Negócios
  • Notícias
  • Others
  • Seguros
  • Startups
  • Tecnologia
  • Turismo
    •   Back
    • Empreendedorismo
    • Abrir uma empresa
    • Plano de negócios
    • Contabilidade/Finanças
    •   Back
    • Alguns releases que receber
    • notícias empresariais
    •   Back
    • Financiamentos
    • Empréstimos
    • Cripto
    •   Back
    • Ideias de Negócios
    • Negócios online/Ganhar dinheiro na internet
    • Franquias
    • MEI
    • Pequenas Empresas
    • Dicas