negociosemfoco.com

negociosemfoco.com | Gestão financeira: como fazer seu negócio crescer e não entrar no vermelho

Gestão financeira: como fazer seu negócio crescer e não entrar no vermelho

Gestão financeira: como fazer seu negócio crescer e não entrar no vermelho

Gestão financeira | Imagem de Karolina Grabowska / Pexels

Uma das maiores dificuldades para quem é empreendedor digital é fazer a gestão financeira do negócio, não é mesmo? Para te ajudar, daremos algumas dicas de como fazer o seu negócio crescer e não deixar a conta da empresa no vermelho.

Gerenciar as finanças de um negócio é crucial para garantir o crescimento sustentável e evitar problemas financeiros. Afinal de contas, quem consegue manter “viva” uma empresa que está no vermelho, concorda? Se você quer saber mais sobre gestão financeira empresarial, fique ligado neste texto.

De acordo com dados do Indicador de Inadimplência das Empresas da Serasa Experian, em 2023, mais de 6 milhões de empresas tiveram que fechar, no Brasil, por conta das contas que ficaram em vermelho. Ainda segundo o estudo, as dívidas negativadas chegaram na soma de R$ 126,1 bilhões.

Quando uma empresa se encontra no vermelho, significa que ela está enfrentando dificuldades financeiras e pode não estar conseguindo cobrir suas despesas com suas receitas. Por isso, é importante fazer uma análise detalhada das finanças da empresa para entender a extensão do problema. Identifique quais áreas estão contribuindo para as dificuldades financeiras, como despesas excessivas, baixas vendas ou problemas de fluxo de caixa.

Você quer saber como o seu negócio pode crescer e, consequentemente, não entrar no vermelho? Então, acompanhe o texto abaixo, daremos algumas dicas.

Veja algumas dicas para fazer com que o seu negócio não entre no vermelho

A gestão financeira empresarial é um aspecto fundamental para o sucesso de qualquer negócio. Envolve o planejamento, controle e análise das atividades financeiras da empresa para garantir que ela seja capaz de atingir seus objetivos de maneira eficiente e sustentável.

Não esqueça de listar todas as despesas operacionais e custos associados ao funcionamento do seu negócio, incluindo salários, aluguel, suprimentos, marketing, despesas gerais e administrativas, dentre outros. Então, para te ajudar com a tirar empresa do vermelho, separamos alguns princípios e práticas essenciais para uma gestão financeira empresarial eficaz.

1. Orçamento e previsão financeira

A primeira coisa que precisa ser feita para tirar a empresa do vermelho é desenvolver um orçamento detalhado que inclua todas as receitas e despesas esperadas para um determinado período de tempo. Faça previsões financeiras realistas com base em dados históricos, tendências de mercado e metas de negócios.

Você precisa estar preparado para ajustar seu orçamento e previsões conforme necessário para responder a mudanças nas condições do mercado, oportunidades emergentes e desafios inesperados. A flexibilidade é fundamental para o sucesso a longo prazo.

2. Controle de fluxo de caixa

Monitore de perto o fluxo de caixa da empresa para garantir que haja dinheiro suficiente disponível para cobrir despesas operacionais, pagar fornecedores, salários e outras obrigações financeiras. Antecipe picos e vales no fluxo de caixa e tome medidas proativas para gerenciá-los.

Identifique e elimine despesas não essenciais ou excessivas para reduzir os custos operacionais da empresa e melhorar o fluxo de caixa. Estas atitudes podem incluir cortes de pessoal, renegociação de contratos com fornecedores, redução de gastos com marketing e publicidade, dentre outras medidas.

Se necessário, busque por produtos para revender direto da fábrica, isso pode fazer com que você tenha uma economia, principalmente, na compra dos itens vendidos na sua plataforma.

3. Gestão de crédito e cobrança

Estabeleça políticas claras de crédito e cobrança para garantir que seus clientes paguem em tempo hábil. Monitore de perto os pagamentos em atraso e tome medidas para recuperar dívidas pendentes, se necessário.

Mantenha um sistema de monitoramento de contas a receber para acompanhar os pagamentos dos clientes e identificar atrasos ou inadimplências. Envie lembretes de pagamento e entre em contato com os clientes inadimplentes imediatamente para resolver a situação.

Forneça treinamento adequado para a equipe de cobrança para garantir que eles saibam como lidar efetivamente com clientes inadimplentes, resolver disputas de pagamento e negociar acordos de pagamento.

4. Análise de rentabilidade

Para que a sua empresa continue na lista de negócios virtuais lucrativos, é necessário fazer uma análise regularmente da rentabilidade de seus produtos, serviços, clientes e canais de vendas para identificar áreas de alto desempenho e áreas que precisam de melhoria. Use essas informações para tomar decisões informadas sobre alocação de recursos e estratégias de crescimento.

Infelizmente, os empreendedores digitais, principalmente, no começo do negócio erram um pouco em fazer o cálculo dos produtos. Por isso é importante fazer conta.

Subtraia os custos fixos totais do lucro bruto para calcular o lucro líquido. Isso representa o lucro obtido após a dedução de todos os custos variáveis e fixos associados à produção e venda dos produtos ou serviços.

Aproveite para fazer a comparação da rentabilidade de diferentes produtos, serviços, clientes ou operações para identificar os mais lucrativos e os que estão gerando maiores retornos sobre o investimento. Esta atitude pode ajudar a direcionar recursos para áreas de maior rentabilidade e otimizar a alocação de recursos, melhorando os lucros da empresa.

5. Gestão de estoque

Gerencie seu estoque de forma eficiente para evitar excesso de estoque ou falta de produtos. Mantenha-se atualizado sobre as demandas do mercado e ajuste seu inventário de acordo com as tendências de venda e as necessidades dos clientes.

Mas, se precisar se desfazer do seu estoque, por exemplo, pense em utilizar outras formas como o dropshipping, que podem ajudar, inclusive, na diminuição do espaço da empresa.

6. Investimentos e financiamento

Avalie cuidadosamente as oportunidades de investimento e as opções de financiamento disponíveis para sua empresa. Faça uma análise de custo-benefício completa e pondere os riscos e retornos antes de tomar decisões de investimento ou financiamento.

7. Contabilidade e relatórios financeiros

Mantenha registros financeiros precisos e atualizados e prepare relatórios financeiros regulares, como demonstrações de resultados, balanços patrimoniais e fluxos de caixa. Além disso, use esses relatórios para acompanhar o desempenho financeiro da empresa e tomar decisões informadas.

8. Gestão de riscos financeiros

Identifique e avalie os riscos financeiros que podem afetar sua empresa, como flutuações cambiais, mudanças nas taxas de juros ou instabilidade econômica. Desenvolva planos de contingência para mitigar esses riscos e proteger a saúde financeira da empresa.

Promova uma cultura de comunicação aberta e transparente em toda a empresa, onde os funcionários se sintam encorajados a relatar problemas e preocupações relacionadas aos riscos financeiros. Afinal, esta forma de comunicação pode ajudar a identificar e, consequentemente, resolver problemas de forma proativa antes que se tornem crises.

9. Compliance regulatório e fiscal

Esteja ciente das obrigações regulatórias e fiscais da sua empresa e cumpra todas as leis e regulamentos aplicáveis. Mas, mantenha-se atualizado sobre as mudanças na legislação e consulte profissionais qualificados, se necessário, para garantir conformidade.

Implemente controles internos que garantam a segregação apropriada de funções dentro da empresa para evitar conflitos de interesse e fraudes, incluindo a separação de responsabilidades relacionadas à contabilidade, tesouraria, compras e conformidade.

10. Planejamento financeiro estratégico

Desenvolva um plano financeiro estratégico de longo prazo que alinhe os objetivos financeiros da empresa com sua visão e missão. Defina metas claras e estabeleça indicadores-chave de desempenho (KPIs) para medir o progresso em direção a essas metas ao longo do tempo.

Portanto, se você conseguir implementar esses princípios e práticas de gestão financeira empresarial, você pode ajudar a garantir a estabilidade financeira e o crescimento sustentável da sua empresa a longo prazo. Boa sorte!

Categorias

Artigo popular

  • All Post
  • 10 MELHORES ARTIGOS
  • Economia
  • Franquias
  • Gestão
  • Marketing
  • Negócios
  • Notícias
  • Others
  • Seguros
  • Startups
  • Tecnologia
  • Turismo
    •   Back
    • Empreendedorismo
    • Abrir uma empresa
    • Plano de negócios
    • Contabilidade/Finanças
    •   Back
    • Alguns releases que receber
    • notícias empresariais
    •   Back
    • Financiamentos
    • Empréstimos
    • Cripto
    •   Back
    • Ideias de Negócios
    • Negócios online/Ganhar dinheiro na internet
    • Franquias
    • MEI
    • Pequenas Empresas
    • Dicas